Créditos: https://medium.com/@aidanhornsby/notes-on-atomic-habits-c021e38eeae7

Em mais uma excelente newsletter do time Doist, o foco principal foi falar sobre o livro “Hábitos Atômicos”. Aqui vai meu resumo em 5 frases do resumo que a Fadeke faz na newsletter:

https://mailchi.mp/doist/james-clear-atomic-habits

  • Criar uma identidade de quem você quero ser é mais importante do que focar no que quero reduzir (é mais sobre querer ser fisicamente saudável do que emagrecer);
  • Sequenciar hábitos, de modo que um bom hábito seja puxado pelo anterior (tomar suco de frutas de manhã depois de uma corrida);
  • Criar feedbacks de recompensa mais rápidos para bons hábitos (como se permitir ler aquele livro bacana depois de uma série de abdominais);
  • Fazer parte de grupos que estimulem bons hábitos (se quero fazer parte de pessoas consideradas sábias, precisarei me esforçar para ser sábio);
  • Acompanhar os hábitos, mas na verdade o que importa aqui é não quebrar a sequência, é manter o ritmo vivo.

Longa vida aos monolitos. Longa vida aos micro serviços.

Há algum tempo, olho com estranheza para o exagero da turma em “quebrar” uma aplicação em diversos micro serviços orquestrados. Neste artigo, o autor se refere à importância de iniciar como um monolito e observar quando é momento de desacoplar determinadas partes da aplicação.

Tempos atrás em uma consulta média, acessei um link de um sistema de clínicas e havia um mecanismo de chat por vídeo embutido.

Fiquei surpreso em descobrir que já há no mercado à preços acessíveis, API’s para integração de sistemas de chat em vídeo.

Isso é fantástico para protótipos e primeiras versões de produtos.

Seguem alguns links: